ARQUIVO PUBLICO

O Arquivo Público Municipal, instituído pela Lei municipal 1904/2009, tem como propósitos primários o resgate de informações históricas, o restauro de patrimônios materiais do município e a disponibilização de acervos fotográficos e documentais para exposições e pesquisas. Regulamentado pelo Decreto Nº 049/2013, o Arquivo Público Municipal está sediado no prédio da Antiga Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal, situado na Travessa Sete de Setembro, no Centro de Rio Negro, prédio este que é, conforme o Decreto 044/1999, Patrimônio Histórico do Município.
Em 2013, a Secretaria de Cultura e Turismo iniciou as atividades voltadas a pesquisas históricas, configuração e organização do acervo documental e fotográfico e exposições no espaço do Arquivo Público Municipal. Entre os meses de março a junho, foi organizada a sala em memória do fotógrafo rio-negrense Vitor Müller, que muito contribuiu para a preservação da memória fotográfica da História de nossa cidade. Entre os meses de julho a novembro, estiveram expostas as mostras culturais trazidas em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado do Paraná, sendo a coleção de gravuras do Museu de Arte Contemporânea de Curitiba e a coleção de fotografias do acervo de Guilherme Glück. Simultaneamente, foi realizada uma parceria com o Fórum de Justiça de Rio Negro, sendo concedido pela Vara Criminal da Comarca cerca de 700 processos judiciais do século XIX, para fins de pesquisas históricas, no período de seis meses, entre junho a dezembro de 2013.

HISTÓRICO DO PAÇO (Atual Sede do Arquivo Público Municipal)

Construído entre os anos de 1898 a 1899, a nova sede da Câmara Municipal de Rio Negro foi inaugurada oficialmente em 14 de julho de 1899, durante a administração do Prefeito Municipal Coronel Joaquim Teixeira Sabóia. A grande obra foi resultado de mais de 10 anos de arrecadação e empenho para a construção de uma sede que comportasse a demanda do Tribunal do Júri, das Sessões da Câmara e das reuniões com autoridades que se apresentavam no município. Para a construção do prédio, foi realizado um contrato com o empreiteiro Carlos Schneider, em 2 de julho de 1898, data em que também foi feita a transferência do terreno para a Câmara, que até então era de propriedade de Nicolau Bley Júnior. O prédio foi à sede da Prefeitura Municipal de Rio Negro até 10 de julho de 1999, juntamente com a Câmara de Vereadores, antecedendo a mudança para a antiga instalação do Seminário Seráfico São Luís de Tolosa. Por essa razão, entre outras razões de relevância histórica patrimonial de Rio Negro, atualmente funciona no antigo Paço da Câmara Municipal e Prefeitura o Arquivo Público Municipal, espaço de responsabilidade da Secretaria de Cultura e Turismo de Rio Negro, cujo intuito é de resgatar, preservar e divulgar aspectos da História do município, disponibilizando documentos para pesquisa, banco de informações históricas e exposições fotográficas de diversos aspectos e épocas de Rio Negro, ao longo de seus 185 anos de fundação.

Parcerias

Aguardando Material.


Eventos


Anúncio



Informações